10 alimentos que não precisam de data de validade

0
140

Quem nunca foi até a despensa de casa, pegou um alimento qualquer e teve dúvidas com relação a sua data de validade? Apesar das embalagens conterem essa informação, a gente sempre fica com o questionamento: “Será que ainda posso consumir?”.

Em muitos casos, não lembramos de quando compramos e a embalagem que continha a informação já foi para o lixo, já que temos o costume de separar os alimentos em potes ou em outros recipientes.

Pensando nisso, fui buscar informações sobre a validade dos alimentos. Encontrei uma matéria publicada ano passado na Exame.com e descobri que não é tão simples entender como funciona o sistema de prazo de validade.

Segundo o texto da matéria: “Existe mais de uma data para tentar entender – “best by” (indica que o alimento será mais fresco se consumido até essa data, mas não estará necessariamente estragado depois dela), “sell by” (indica o prazo em que o produto deve ser vendido pela loja). E, essas datas em muitos casos estão totalmente equivocadas. Além disso, os consumidores não têm certeza de como interpretá-las, de modo que muitos alimentos ainda com boa qualidade são jogados no lixo devido a esses prazos.”

O texto informa ainda que os prazos impressos nas embalagens muitas vezes são  recomendações dos produtores sobre quando a qualidade do produto estará melhor, e não de quando seu consumo passa a representar um risco à saúde.

E mais, ele revela que determinados alimentos não estragam. Ficou curioso? Então continue lendo e descubra 10 alimentos que nunca estragam, de acordo com a Exame.

1. Mel

mel

O mel pode ser conservado por tempo indeterminado. Ele pode mudar de cor e se cristalizar, mas ainda poderá ser comido sem problema algum. Se o seu mel ficar cristalizado, coloque o vidro aberto numa panela de água quente e mexa-o até os cristais se dissolverem.

2. Arroz

arroz

Mesmo que a embalagem do arroz fique coberta de pó, o arroz que está lá dentro estará tão bom quanto no dia em que você o comprou. Isso se aplica ao arroz branco, selvagem, arbório, jasmine e basmati. O arroz integral não tem a mesma sorte: devido a seu teor mais alto de gordura, pode ficar rançoso. Para garantir a qualidade de seu arroz, basta guardá-lo num recipiente bem fechado, no qual não penetre ar, para não permitir a entrada de carunchos.

3. Vinagre branco

vinagre

Pode comprar vinagre branco em embalagem de atacado sem se preocupar: não será preciso jogá-lo fora. Ele nunca se estragará, porque fica fresco para sempre. Portanto, vale fazer um estoque do produto. Assim você sempre poderá recorrer a ele para fazer molhos de salada, marinadas e até mesmo para uso na limpeza doméstica.

4. Legítimo extrato de baunilha

baunilha

Como é feito de álcool, o extrato puro de baunilha permanece fresco e saboroso pelo tempo que você o tiver em sua despensa. A baunilha de imitação não possui a mesma duração. Pensando nisso, pode valer a pena optar pela baunilha um pouco mais cara, sem prazo de validade.

5. Sal

sal

Sal de cozinha, sal kosher ou sal marinho conservam ao longo de anos a mesma qualidade que tinham no dia em que você os comprou.

6. Amido de milho (maizena)

amido

Para conservar amido de milho por tempo indeterminado, conserve-o bem seco, em recipiente bem fechado e num lugar de temperatura amena. Considerando que dificilmente você acabará com um recipiente grande de amido de milho em pouco tempo, é bom saber que não precisará repor seu estoque – nunca.

7. Açúcar

acucar

No caso do açúcar, o problema não é conservá-lo fresco, mas impedir que endureça e vire uma pedra. O açúcar nunca estraga porque não é um ambiente que propicia crescimento bacteriano. Apenas se certifique de guardá-lo num recipiente bem fechado, para protegê-lo de bichinhos e umidade.

8. Bebidas alcoólicas fortes

bebida

Não é preciso se apressar para acabar com aquela garrafa de 1,5 litro de rum: as bebidas alcoólicas fortes se conservam bem em lugares escuros e frios, por mais tempo que o necessário. Seu bar pode até ser um objeto que passa de geração para geração. A bebida pode perder um pouquinho de seu aroma, mas não a ponto de isso ser perceptível.

9. Feijão

feijao

O feijão cru conserva sua qualidade por tempo indeterminado. Depois de um ano, mais ou menos, ele demora mais para amolecer quando é cozido – e às vezes não chegará a amolecer por completo -, mas não perde seu valor nutricional com a idade, de modo que seu prazo de validade é classificado como indeterminado.

10. Café

cafe

O café solúvel pode ser guardado no freezer para sempre, quer a embalagem já tenha sido aberta ou não.

Sem comentários

LEAVE A REPLY