1º de abril: 5 filmes com protagonistas mentirosos

0
207
Imagem: Divulgação|Filme 'O Mentiroso'.

Parece mentira, mas já é abril! E, hoje, no dia da mentira, selecionamos cinco filmes com protagonistas mentirosos. Confira!

A mentira (Easy A)

Cena do filme 'A Mentira'.
Cena do filme ‘A Mentira’.

Olive (Emma Stone) era aquele tipo de estudante pouco notada na escola, até que uma mentira, inventada por ela mesma, é espalhada. A situação piora quando mais uma mentira é difundida, envolvendo Brandon, amigo gay de Olive. Com as mentiras, Olive ganha fama de promíscua.

Aprovados (Accepted)

Cena do filme 'Aprovados'.
Cena do filme ‘Aprovados’.

Já imaginou ser recusado em todas as faculdades que você se inscreveu? Foi o que aconteceu com Bartleby Gaines (Justin Long). Mas, ele lida com a situação de forma inusitada: criando a sua própria universidade. O jovem, com a ajuda de amigos, cria um website falso e toma posse de um prédio abandonado, onde funcionava um hospício, e assim a universidade denominada como South Harmon Institute of Technology (S.H.I.T)  nasce.

O Mentiroso (Liar Liar)

Cena do filme 'O Mentiroso'.
Cena do filme ‘O Mentiroso’.

Este é um clássico da Sessão da Tarde! O Mentiroso é sobre o inescrupuloso advogado Fletcher Reede (Jim Carey), que ama o filho Max, mas a sua incapacidade de manter promessas e suas mentiras compulsivas causam problemas entre os dois e a ex-mulher Audrey. Cansado das mentiras do pai, Max faz um desejo antes de soprar as velinhas do seu bolo de aniversário: ele quer que o pai só diga a verdade nas próximas 24 horas. O pedido de Max se torna realidade, e o mundo de Fletcher se transforma em um caos.

Meu trabalho é um parto (Labor Pains)

Cena do filme 'Meu trabalho é um parto'.
Cena do filme ‘Meu trabalho é um parto’.

A jovem Thea Clayhill (Lindsay Lohan) trabalha em uma editora de Los Angeles, mas a vida dela não está nada fácil, principalmente por causa de seu chefe, Jerry, quem vive pegando no seu pé. Para salvar seu emprego, Thea revela que está grávida e passa a ter a atenção de colegas. Um “pequeno” detalhe é que a gravidez é uma mentira.

Adeus, Lênin! (Good Bye, Lenin!)

Cena do filme 'Adeus, Lênin!'.
Cena do filme ‘Adeus, Lênin!’.

Adeus, Lênin! É um filme alemão inspirado em um período de grande importância para a história cultural da Europa: a queda do muro de Berlim.

O protagonista da trama, Alexander (Daniel Brühl), vai às ruas do lado oriental de Berlim, onde vive com a família, para protestar contra o governo e mistura-se aos manifestantes. Sua mãe, Christiane (Kathrin Sass), uma professora identificada com o regime de orientação soviética, o encontra na manifestação contra o regime socialista e desmaia após sofrer um ataque cardíaco. Alexander definia sua mãe como “casada com a pátria socialista”. O ataque cardíaco deixa Christiane em coma no hospital durante oito meses, tempo suficiente para que não assista à queda do muro de Berlim. Quando ela desperta, Alexander quer preservá-la do choque para que ela não tenha mais paradas cardíacas e, então, ele tem o grande esforço de manter a cultura socialista para sua mãe, enquanto o país toma os moldes do mundo capitalista inundado pela cultura de consumo.

Sem comentários

LEAVE A REPLY