Você não tem controle das consequências de suas atitudes!

0
146
Reprodução: Pinterest.

Decisões erradas podem trazer resultados nem sempre programados. Somos acostumados a correr riscos, o tempo todo. Afinal, viver é um risco. Ninguém tem certeza de nada. Acontece que uma decisão errada pode trazer consequências ruins. Outras, podem modificar por inteiro a sua vida.

Uma decisão errada pode ser eu escolher assistir a final do ‘Master Chef Br’ todinha e acordar atrasada no outro dia, passando as próximas 24 horas feito zumbi. Quando isso acontece, você faz promessas de que jamaissss acontecerá novamente. É só chegar uma nova temporada e lá estamos nós. De novo. Novamente. Mais uma vez.

Esse exemplo pode parecer “bestinha”, mas poderia ter trazidos resultados que pesariam em meu bolso, como um desemprego, por exemplo.

Às vezes, assim como no fato do programa que falei, a gente toma algumas decisões tendo plena convicção dos resultados. Tipo, para mim, era chegar atrasada,  e conseguir contornar a situação. Mas, em alguns casos, a situação foge do controle. E algo relativamente besta, pode se tornar um problema enorme.

Reprodução: Pinterest.
Reprodução: Pinterest.

Por isso, a minha reflexão, hoje, é para que você realmente pense bem antes de tomar decisões que podem modificar a sua vida todinha. Não estou dizendo para você viver dentro de um quadrado, com medo de se arriscar e fazer coisas novas. Deus me livre. Se jogue na vida.

O que estou dizendo é que, sempre, você precisa pensar! Pense nos possíveis resultados das suas atitudes.

Reflita, “perca” tempo com isso.

A forma como você fala com alguém, ou fala de alguém, tudo isso pode trazer consequências. Uma escolha, hoje, pode parecer algo pequeno para você, mas amanhã isso cresce e você fica sem saber quando tudo começou. Sem controle.

É fato que nunca teremos controle de nada, mas precisamos admitir que pensar antes de agir é sempre a melhor decisão.

Palavras ditas não voltam. Atitudes tomadas nem sempre voltam. E a sua vida é única! A proposta é vivermos da melhor forma possível, tendo consciência de que somos responsáveis por nossas escolhas, que levam a boas ou a más consequências! Então, não culpe o amigo, o programa, seus pais, irmãos, ou Deus.

Acho que a maturidade começa por aí: parar de tentar culpar os outros e entender a responsabilidade de sermos quem somos.

Beijo grande!

Sem comentários

LEAVE A REPLY